• Apresentação do curso

    Proposta do curso

    Este curso de formação continuada de professores busca apresentar uma visão contemporânea de questões sobre a natureza da ciência, problematizando a visão empírico-positivista que ainda é promovida por muitos meios de comunicação, incluindo livros didáticos. Neste curso, os professores terão contato com autores das áreas de história e filosofia da ciência e terão a oportunidade de discutir estratégias para levar uma abordagem histórica e epistemologicamente crítica da Ciência para a sala de aula onde atuam.


    Avaliação

    Leia e releia cada texto com cuidado. Se houver alguma palavra que você desconhece, procure na internet, em um livro ou dicionário de Filosofia (há inclusive alguns online). Havendo dúvidas, procure o professor. Somente após ter compreendido cada bloco, procure responder aos questionários.

    Os questionários estão disponíveis nos links indicados, que encaminham para um Formulário Google. Nele não é necessário fazer login ou digitar nenhuma senha. Basta preencher seu nome completo e um endereço de e-mail correto. Você tem direito a até duas tentativas para cada questionário e será considerada a maior nota. IMPORTANTE: Após responder a cada questionário, você receberá automaticamente uma mensagem por e-mail, contendo sua nota. Guarde essa mensagem; ela é seu comprovante de entrega do questionário.

    Sua nota final será a média simples das notas obtidas nos questionários. Para aprovação neste curso, você precisa entregar todas as atividades e obter nota mínima final seis (na escala de 0 a 10).


    Referências Bibliográficas principais deste curso:

    CHALMERS, Alan F. O que é Ciência afinal? São Paulo: Editora Brasiliense, 1993.

    DUTRA, L . H. de A. Introdução à teoria da ciência. Florianópolis: Editora da UFSC, 2009.

    FEYERABEND, Paul. Contra o Método. Lisboa: Edições 70, 1991.

    GAMA, L. D. Autoridade da Ciência e Educação. São Paulo: Universidade de São Paulo, 2011 (Dissertação de Mestrado).

    KUHN, Thomas. A estrutura das revoluções científicas. São Paulo: Perspectiva, 1975. LATOUR, Bruno. Ciência em ação: como seguir cientistas e engenheiros sociedade afora. Unesp, 2000.

    MARTINS, Roberto de A. Como não escrever sobre história da Física - um manifesto historiográfico. Revista Brasileira de Ensino de Física. v. 23, n. 1, março de 2001.